08/09/2021

Ressonância magnética das mamas: qual a importância desse exame?

O exame de Ressonância Magnética é mais uma das possibilidades no diagnóstico de Câncer de Mama precoce. O exame tem indicações precisas em principalmente dois casos:

– como método de rastreamento, em conjunto com a mamografia anual, para mulheres com alto risco de desenvolver o câncer de mama;

– para fornecer informações complementares com mais precisão, como o tamanho do tumor e a existência ou não de outros tumores na mama, para pacientes que já foram diagnosticadas com câncer de mama.

Normalmente, não é necessária uma preparação especial antes da realização do exame. Porém, a paciente deve seguir as orientações recebidas no momento do agendamento.

É importante lembrar que o aparelho da ressonância magnética funciona como um grande ímã, por isso, antes do exame, é necessário retirar todos os objetos metálicos, como grampos de cabelo, brincos, colares e piercings. Além disso, pacientes que sofrem de claustrofobia podem solicitar a realização do exame com sedação.

Agora que você já sabe a importância da ressonância magnética das mamas, lembre-se: o diagnóstico precoce do câncer de mama é fundamental para um tratamento eficaz e menos invasivo, consulte um médico regularmente e não deixe de realizar seus exames de rotina.

Diagnóstico precoce é a melhor solução. Sempre que precisar, conte com o nosso cuidado.

 

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Twitter
Newsletter
Newsletter

Assine nossa newsletter

Assine a nossa newsletter para promoções especiais e atualizações interessantes.


    Política de privacidade