27/05/2021

Tudo que você precisa saber sobre endometriose

A endometriose é uma doença que ocorre quando o endométrio, tecido que reveste o interior do útero, está fora da cavidade uterina, ou seja, está em outros órgãos, como trompas, ovários, intestinos e bexiga. Essa doença acomete mulheres desde a primeira menstruação até a última e a maior parte dos diagnósticos ocorre em torno dos 30 anos. Hoje, de acordo com a Associação Brasileira de Endometriose, seis milhões de mulheres convivem com a doença no país. Ainda não se sabe ao certo quais são as causas da endometriose, mas há um risco maior de desenvolver a doença quando a paciente possui histórico familiar.

Quais são os sintomas da endometriose?

Os principais sintomas dessa doença são a dor na região pélvica e a dificuldade para engravidar, mas a doença também pode apresentar outros sinais, como:

– cólicas menstruais intensas;
– dor durante as relações sexuais;
– fadiga e exaustão;
– sangramento menstrual intenso ou irregular;
– alterações intestinais ou urinárias durante a menstruação;
– dificuldade para engravidar ou infertilidade.

Como é feito o diagnóstico da endometriose?

Ao notar qualquer sintoma, é muito importante procurar um ginecologista para que o diagnóstico seja realizado precocemente. A endometriose é uma doença difícil de diagnosticar somente pelo exame físico, por isso, os exames de imagem são mais adequados para identificar o problema. Entre os exames mais utilizados para esse diagnóstico estão a ultrassonografia transvaginal e a ressonância magnética.

Como é o tratamento da endometriose?

A endometriose pode ser tratada por meio de medicamentos ou cirurgia, dependendo do caso, e somente um ginecologista poderá indicar qual o melhor tratamento para cada paciente. Porém, é importante lembrar que não existe uma cura permanente para essa doença. O objetivo do tratamento é aliviar a dor, amenizar os outros sintomas ou aumentar as chances de gravidez. De qualquer forma, o diagnóstico precoce é essencial para aumentar a efetividade do tratamento para alívio dos sintomas.

É possível prevenir a endometriose?

Como ainda não existe uma causa definida para a endometriose, também não existem comprovações científicas sobre a sua prevenção. Porém, alguns estudos já mostraram que reduzir o consumo de álcool e cafeína e praticar atividades físicas regularmente são hábitos que ajudam a diminuir as chances de desenvolver a doença.

O ideal para manter a sua saúde em dia é consultar um ginecologista regularmente e realizar seus exames de rotina. Além disso, observe e conheça seu corpo: esse é um passo importante na detecção precoce de doenças como a endometriose.

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Twitter
Newsletter
Newsletter

Assine nossa newsletter

Assine a nossa newsletter para promoções especiais e atualizações interessantes.