Saúde da mulher: cuidados para ter o ano inteiro

O corpo da mulher passa por diversas transformações ao longo dos anos. Essas mudanças precisam ser acompanhadas por especialistas, para garantir mais qualidade de vida e para identificar, precocemente, possíveis problemas. Além dos cuidados básicos com a saúde, como manter uma alimentação saudável, praticar atividades físicas e manter-se hidratada, alguns exames também são essenciais para a saúde da mulher e para o diagnóstico precoce de diversas doenças, como o câncer de mama, o câncer do colo do útero e a endometriose.   Em primeiro lugar, recomenda-se que as mulheres após os 18 anos, devam fazer uma consulta médica anual, geralmente com o ginecologista, que irá avaliar a necessidade da realização de exames específicos de acordo com a faixa etária ou com sintomas e sinais que venham a ser identificados. Veja quais são eles.   - Exames gerais que devem ser feitos anualmente: exames de sangue para avaliação do hemograma, glicemia, ureia e creatinina (função renal), colesterol total e triglicerídeos, função tireoidiana, exame de urina e parasitológico de fezes.   - Papanicolau e exame pélvico: devem ser feitos anualmente, a partir dos 18 anos, ou antes, caso a mulher já tenha mantido relações sexuais. Se estiver entrando na menopausa ou tenha passado por um tratamento para o colo de útero, esses exames podem ser realizados mais frequentemente, conforme o médico ache necessário.   - Ultrassonografia pélvica ou via transvaginal: solicitado sempre que o ginecologista achar necessário.   - Autoexame de mama: é importante realizá-lo mensalmente, após o período menstrual. Caso não haja menstruação, é importante marcar um dia do mês para examinar as mamas. Se notar nódulo ou outra alteração, procure seu médico.   - Mamografia: a partir dos 40 anos, todas as mulheres devem realizar esse exame anualmente. A mamografia também poderá ser realizada antes, a partir dos 35 anos, conforme o histórico familiar ou pessoal de câncer.   - Densitometria óssea: no intuito de detectar precocemente a perda de massa óssea e prevenir fraturas, esse exame é indicado para mulheres a partir do 65 anos. Também poderá ser feito antes, conforme história clínica e risco de baixa massa óssea, que serão avaliados pelo médico, que também definirá quando o exame deverá ser repetido, geralmente a cada dois anos.   Agora que você já sabe quais são os exames que devem ser realizados regularmente, pois são essenciais para a saúde da mulher, não deixe de lado os cuidados com a sua saúde. Mantenha ela em dia e observe seu corpo: ao notar qualquer alteração, procure um médico.   Sempre que precisar, conte com o nosso cuidado.

Tudo que você precisa saber sobre endometriose

A endometriose é uma doença que ocorre quando o endométrio, tecido que reveste o interior do útero, está fora da cavidade uterina, ou seja, está em outros órgãos, como trompas, ovários, intestinos e bexiga. Essa doença acomete mulheres desde a primeira menstruação até a última e a maior parte dos diagnósticos ocorre em torno dos 30 anos. Hoje, de acordo com a Associação Brasileira de Endometriose, seis milhões de mulheres convivem com a doença no país. Ainda não se sabe ao certo quais são as causas da endometriose, mas há um risco maior de desenvolver a doença quando a paciente possui histórico familiar. Quais são os sintomas da endometriose? Os principais sintomas dessa doença são a dor na região pélvica e a dificuldade para engravidar, mas a doença também pode apresentar outros sinais, como: - cólicas menstruais intensas; - dor durante as relações sexuais; - fadiga e exaustão; - sangramento menstrual intenso ou irregular; - alterações intestinais ou urinárias durante a menstruação; - dificuldade para engravidar ou infertilidade. Como é feito o diagnóstico da endometriose? Ao notar qualquer sintoma, é muito importante procurar um ginecologista para que o diagnóstico seja realizado precocemente. A endometriose é uma doença difícil de diagnosticar somente pelo exame físico, por isso, os exames de imagem são mais adequados para identificar o problema. Entre os exames mais utilizados para esse diagnóstico estão a ultrassonografia transvaginal e a ressonância magnética. Como é o tratamento da endometriose? A endometriose pode ser tratada por meio de medicamentos ou cirurgia, dependendo do caso, e somente um ginecologista poderá indicar qual o melhor tratamento para cada paciente. Porém, é importante lembrar que não existe uma cura permanente para essa doença. O objetivo do tratamento é aliviar a dor, amenizar os outros sintomas ou aumentar as chances de gravidez. De qualquer forma, o diagnóstico precoce é essencial para aumentar a efetividade do tratamento para alívio dos sintomas. É possível prevenir a endometriose? Como ainda não existe uma causa definida para a endometriose, também não existem comprovações científicas sobre a sua prevenção. Porém, alguns estudos já mostraram que reduzir o consumo de álcool e cafeína e praticar atividades físicas regularmente são hábitos que ajudam a diminuir as chances de desenvolver a doença. O ideal para manter a sua saúde em dia é consultar um ginecologista regularmente e realizar seus exames de rotina. Além disso, observe e conheça seu corpo: esse é um passo importante na detecção precoce de doenças como a endometriose.

Cuidados com a pele

A pele é o maior órgão do nosso corpo e é um dos grandes focos que devemos ter para manter a saúde em dia. Diversos fatores contribuem para o surgimento de manchas, doenças e problemas na pele que podem causar danos para a saúde, como: poluição, estresse, tabagismo, clima, consumo de bebida alcoólica, exposição ao sol, alimentação e falta de cuidados diários. Por isso, manter alguns cuidados com a pele no dia a dia é muito importante. Separamos algumas dicas e informações para você começar a cuidar mais da sua. Quais são os principais cuidados com a pele? A Drª Aline Bianchini, Radiologista da Clínica Imagem, deu algumas dicas de hábitos para preservar a nossa pele. Veja quais são eles. - Higiene adequada: é de extrema importância para manter a pele limpa, livre de poluentes e para remover agentes infectantes que possam se acumular durante o dia. É recomendado fazer uma limpeza duas vezes ao dia com sabonetes específicos para cada tipo de pele. - Hidratação frequente: uma boa hidratação é feita com a ingestão de água durante o dia e com o uso de hidratantes adequados para cada tipo de pele. Além de auxiliar na manutenção do viço e da beleza da pele, a hidratação é fundamental para manter a integridade da camada de proteção cutânea e para evitar problemas como descamação, ressecamento, envelhecimento precoce e infecções. - Uso de protetores solares: a exposição excessiva ao sol e à radiação ultravioleta tem efeito cumulativo, pois os raios solares penetram profundamente na pele, podendo provocar diversas alterações, como o câncer de pele. A maioria dos cânceres da pele está relacionada à exposição ao sol, por isso devemos ter um cuidado especial com os horários de exposição e com o uso dos protetores solares. - Consulta de rotina ao dermatologista: é importante manter um acompanhamento com um dermatologista, para receber orientações adequadas sobre os cuidados específicos para cada tipo de pele, bem como para rastreio de eventuais lesões que possam surgir. Além disso, um especialista pode orientar e prescrever tratamentos adequados para prevenir doenças cutâneas, retardar sinais de envelhecimento e realizar procedimentos estéticos indicados com segurança. Quais sinais na pele são motivos para consultar um dermatologista? É fundamental ficar atento aos sinais que aparecem na pele e que podem indicar problemas. Ao notar qualquer um deles, é recomendado consultar um dermatologista o quanto antes. Veja quais são os principais sinais que devemos ficar de olho. 1) Lesões que apresentam sangramentos Essas lesões podem ser problemas simples, podendo ser retiradas pelo dermatologista, ou podem ser um sinal de problemas graves, como o carcinoma basocelular, um câncer consequente da exposição constante à radiação solar. Por isso, a consulta ao dermatologista é essencial para que sejam feitos os exames necessários para a identificação do problema. 2) Alterações nas pintas As pintas são sinais comuns, sem grandes riscos à saúde, mas, quando notamos alterações nelas, é preciso ficar atento. Algumas alterações comuns são mudanças no formato, no tamanho ou até mesmo na sua coloração. Ao notar qualquer mudança, é fundamental procurar um dermatologista, pois pode ser um sinal de melanoma. 3) Manchas brancas pelo corpo As manchas brancas são um problema comum na pele e são causadas, principalmente, por infecções fúngicas que geram micoses. Somente um dermatologista pode indicar os medicamentos adequados para cada caso, para que as manchas sejam tratadas de forma correta. 4) Manchas de sol na pele As manchas de sol também são comuns, principalmente nas pessoas que têm pele mais clara, o que as tornam mais suscetíveis aos efeitos do sol. Embora nem sempre sejam um indicativo de problemas, as manchas devem ser mostradas ao dermatologista para que ele possa avaliar a melhor maneira de evitá-las, já que podem provocar um envelhecimento mais rápido da pele. Normalmente, são indicados protetores solares ou cremes tópicos para a prevenção das manchas de sol. Ultrassom dermatológico: como ele auxilia no diagnóstico de doenças na pele O diagnóstico por imagem auxilia em todos os tipos de cuidados com a pele. Na Clínica Imagem, dispomos de profissionais especializados na realização do ultrassom dermatológico. De acordo com a Drª Aline Bianchini, “o ultrassom de pele é um método diagnóstico com alta tecnologia de imagem, que determina a extensão da lesão de pele, sua localização, profundidade, vascularização e relação com outras estruturas. Pode ser utilizado para avaliar a natureza de nódulos cutâneos, bem como para o estadiamento das neoplasias, avaliando sua profundidade e a presença de metástases em trânsito. Também possui um papel importante no planejamento de procedimentos estéticos, trazendo mais segurança para a realização deles. É também de grande valia no diagnóstico de suas complicações que, quando precocemente detectadas, possuem maior chance de reversão”. Assim, o ultrassom dermatológico é um exame que auxilia no diagnóstico de diversas patologias cutâneas e fornece informações que complementam o exame clínico, trazendo benefícios para a individualização do tratamento de cada paciente. A Clínica Imagem incentiva a prevenção e o cuidado com a sua pele e com a saúde como um todo. Aqui, como citou a Drª Aline Bianchini, a medicina diagnóstica de precisão está aliada à sua saúde. Nosso cuidado é com você.

VII Semana da Enfermagem – O Olhar de quem cuida!

União, gratidão e reconhecimento, com esses objetivos idealizamos a VII Semana da Enfermagem - O Olhar de quem cuida! Que rolou entre os dias 10 e 14 de maio aqui no Hospital Baía Sul e Clínica Imagem. Um evento pensado como forma de reconhecer todos os profissionais dessa profissão que usam como ferramenta o compromisso e o cuidado, que mesmo de máscara são fáceis de serem reconhecidos, pois sempre ajudam a salvar vidas. Se liga no que rolou por aqui.   Iniciamos nossa semana com um delicioso Coffee Break e um pequeno Pocket Show com Ivan Vendemiatti, em seguida a semana foi recheada com 21 palestras que trouxeram temas como felicidade, amor próprio, jornada profissional, autoconhecimento, sua criança interior, uma roda de conversa sobre empatia, o momento que estamos vivendo, teve até dança, e não podemos esquecer da homenagem que o saxofonista João Frederico Sciotti fez para nossos enfermeiros, por fim um jantar preparado com todo carinho. E o mais legal, transmitimos tudo isso ao vivo, mais de 24 horas de conteúdos e conversas motivadoras com os mais de 27 palestrantes que se dispuseram a compartilhar suas experiências e histórias conosco! E você ainda pode assistir todas essas palestras, que estão disponíveis em formato de vídeo no nosso Canal do Youtube.   Fica aqui o nosso agradecimento ao pessoal da copa que preparou todos os coffees e comidas, a hotelaria que higienizou a sala no intervalo de todas as palestras, a equipe de TI que deu todo o suporte necessário, equipe de marketing e lideranças que planejaram todo esse movimento e todas as demais equipes que participaram direta ou indiretamente dessa ação.   Sabemos da importância dos profissionais da enfermagem na saúde, dos seus esforços diários para cuidar das pessoas e acender como uma lamparina o caminho da esperança. Por isso de forma especial homenageamos todos os nossos enfermeiros com um painel adesivo de 11 metros no nosso elevador panorâmico, demostrando todo o carinho e cuidado com aqueles que cuidam.

1 2 3
Newsletter
Newsletter

Assine nossa newsletter

Assine a nossa newsletter para promoções especiais e atualizações interessantes.